Travessia Theodoro de Oliveira X Macaé de Cima.

O caminho/trilha percorrido, talvez, remonte a meados do século XIX; época em que os colonos, principalmente alemães, abandonaram o núcleo em busca de terras mais férteis, alcançando-se assim a bacia do rio Macaé. Hoje o que é uma trilha utilizada por excursionistas/montanhistas/ciclistas e até pasmem, caçadores, nos primórdios não passava de uma picada, e posteriormente um caminho carroçável que encurtava o deslocamento e facilitava o transporte de mercadorias entre as localidades de Macaé de Cima, Rio Bonito, Rio Das Flores e adjacências à estação ferroviária Theodoro de Oliveira, onde hoje se localiza o Posto Policial do alto da serra da Boa Vista, Assim, a estação foi nomeada em homenagem póstuma ao Engenheiro Fiscal que trabalhou na construção do ramal ferroviário Cachoeiras de Macacu – Cantagalo, e veio a falecer num fatídico descarrilamento em 1872, não vendo a inauguração do ramal em Nova Friburgo que ocorreu no ano seguinte.

Através da nossa geo-história, percorremos os aproximadamente 8 km de caminho/trilha, estando 80% nos limites do Parque Estadual dos Três Picos em cerca de 2h20. Iniciado na cota de 1080 m de altitude, por volta das 9 h. Às 10h, – numa cota de 1300 m – divisor das bacias hidrográficas dos rios Macaé e Santo Antônio, alcançamos a metade do percurso.  Aí fizemos uma breve pausa para um lanche e prosseguimos, chegando na Igreijinha de Macaé de Cima às 11h, cota de 980 m.

 



© Rodrigo Freitas

Em seguida, continuamos em direção a montante do rio Macaé, até o poço do Roncador, onde pudemos nos revigorar e recarregar as energias nas límpidas águas. Aí permanecemos aguardando o resgate do grupo até 12h45. Como não chegava, iniciamos o retorno a pé, e após uns 45 min, eis que o Dario do Nascimento aparece… Havia tombado um eucalipto na estrada, arrebentado os cabos de energia e bloqueado a passagem. Apesar deste contratempo a atividade se desenvolveu na mais perfeita sintonia e vibração com a Mata Atlântica, sem problemas, apenas imprevistos. Ao nosso atual vice presidente, muito obrigado por nos resgatar!!! Ao todo, incluido-me como guia desta atividade, éramos nove os participantes, sendo sete cefistas e dois agregados (futuros associados).

No mais, muito obrigado a todos. Até a próxima: “Vamos em frente, sempre mais alto”.

©Cristiano Bittencourt
©Centro Excursionista Friburguense

Categorias: Caminhada, Programação

Deixe uma resposta

contato
Fique por dentro das novidades do CEF
2017 (C) todos os direitos reservados